Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
#ASTROLOGIA

A Deusa em cada um de nós: o Signo de Virgem

Esqueça o que você leu sobre os virginianos.
Publicidade
curtiu? compartilhe
25.08 2017


Virgo sign. por Bruno Fabrício Cruz, astrólogo e escritor.

Esqueça o que você leu sobre os virginianos.

A figura mítica atrás do véu deste signo é a Grande Deusa: A que é honrada e também desprezada. A primeira e a última, a prostituta e a santa. Sim, estamos falando de um signo complexo, mas, ao mesmo tempo, simples. É que os filhos de Virgo carregam essa tensão em sua psiquê – servir aos outros e atender as suas expectativas, ou ouvir a voz interior e realizar a vontade da sua alma.

E essa divisão interna faz com que eles não tolerem a bagunça, tanto no nível emocional, quanto no mundo material – buscando um porto seguro na organização. Pois é, costumam ser metódicos e analíticos, mas não se engane: por trás dessa máscara de frieza está alguém romântico e sentimental.

O desafio deste Signo de Terra regido por Mercúrio é compreender que, de fato, nada está sob controle e assim tornar-se o próprio mestre de sua vida. Para isso, muitas vezes os virginianos apelam para um retiro pessoal, vivendo um feliz isolamento enquanto catalogam todos os seus sentimentos. Não por acaso, Virgo é um Signo ligado ao corpo e a medicina, pois quem cura a si mesmo é quem consegue curar os demais. E que médicos da alma maravilhosos eles são!

Porém, cuidado com a obsessão – em sua ânsia de planejamento, o lado escuro de Virgem é justamente se enterrar em realidades práticas e negar a experiência mística da vida. A correção é centrar o olho crítico em si mesmo, mas evitando o julgamento precipitado. Tudo na vida tem um sentido e um fluxo de existência, e enxergar além dos limites impostos é a chave para a realização virginiana.

A Luz é a fonte de nossos dons. Nós somos a vasilha.

Então, para ser uma fonte de luz, devemos compartilhar nossos dons em uma atitude construtiva – julgar apenas para saciar nosso desejo de ordem não é elevado. A beleza vai salvar o mundo, e, para isso, precisamos mais dos curandeiros de Virgem do que dos juízes. Menos julgamento e mais merecimento. Os antigos Celtas estavam corretos em honrar com zelo a Grande Mãe – é em Virgem que encontramos nosso próprio caminho. Que nesse mês de Virgo possamos todos avaliar o que fizemos até agora, e corrigir a rota para o engrandecimento pessoal e do mundo.