Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
#MERCADO

Está em busca do primeiro emprego? Temos dicas!

Desvendamos alguns mistérios do mercado de trabalho.
Publicidade
curtiu? compartilhe
24.08 2017

Carteira de Trabalho. O primeiro emprego. Poucas coisas na vida trazem tantas dúvidas, revoluções e expectativas. A entrada no mercado de trabalho representa muito mais do que uma carteira assinada ou um salário no final do mês. É um ritual de passagem, que começa a tirar a rede de segurança da vida e nos coloca como protagonistas do nosso futuro. Agora vai!

Hoje falaremos de como chegar até ele, o primeiro emprego. O caminho não é fácil nem simples, mas também não é algo que deva tirar seu sono. É preciso, antes de mais nada, ter algumas questões em mente. Primeiro, você está começando, então existe a possibilidade de, no início, a vaga e o salário não serem exatamente como você imaginou ou idealizou. Segundo, é importante estar motivado e demonstrar isso. Certo? Vamos em frente. Sangue nos olhos!

“O estágio é a melhor opção para entrar no mercado”, garante a professora de Administração e pesquisadora da Universidade Feevale Vania Bessi: “Para isso, no entanto, o candidato precisa estar estudando. É uma boa oportunidade para conseguir experiência, mas nem sempre a pessoa começa trabalhando exatamente no que gostaria. Nesses casos, a barreira mais difícil é entrar na empresa. Depois disso, é possível trabalhar para conseguir a vaga que a gente quer.”

A entrevista é a sua chance!

Você mandou o currículo e a empresa ligou de volta, convidando-o para uma entrevista. É sua chance! Você precisa ter em mente que existe a possibilidade de que a entrevista seja amanhã de manhã, ou hoje à tarde, então, é importante pôr suas prioridades em dia, cancelar algum compromisso ou aquela dormidinha até mais tarde.

Os currículos de pessoas jovens costumam ser parecidos, até porque eles não têm muitas experiências profissionais”, observa a professora Vania. Para ela, a entrevista é o momento que o candidato tem para mostrar que é engajado.

Outra dica é cuidar na forma de se apresentar. Algumas empresas são mais conservadoras e formais, então é sempre uma boa dica ir “neutro”: sem grandes excentricidades. Tem gente que não gosta muito de boné, capuz, essas coisas; então, até você saber se pode usar na empresa, é melhor evitar.

Fazendo um bom currículo

Mas vamos por partes. Digamos que você encontrou uma oportunidade e quer se candidatar. A primeira coisa a fazer é preparar um Curriculum Vitae, o famoso CV. Ele é um resumo de suas experiências profissionais e também tem informações para que a empresa possa saber como entrar em contato. Ele precisa ser claro e objetivo, com não mais do que uma página. “A primeira parte do CV deve conter informações de contato. O nome, idade, estado civil, onde mora, telefone e e-mail”, explica Vania. Aqui é muito importante que a empresa consiga falar com você se precisar. “Vale colocar também o telefone do pai ou da mãe como alternativas, só não esqueça de avisá-los”, recomenda a professora.

Em seguida, vem o objetivo. Qual a área que você quer trabalhar. “Aqui não adianta colocar 50 coisas diferentes”, recomenda Vania: “Coloque aquela que a vaga pede.” Se é uma vaga para telemarketing, coloque telemarketing, se é para criação em uma agência de propaganda, coloque exatamente isso. Em seguida, é hora de você falar sobre sua formação. Coloque sempre a mais recente. “Se você já está na faculdade, não interessa colocar que tem o Ensino Médio completo, por exemplo”, explica Vania. Em seguida, vem a formação complementar. Nesse espaço, coloque cursos de línguas que tenha feito ou os softwares que você domina. Sempre é importante que faça sentido para a vaga que você está disputando.

O próximo passo é falar de suas experiências profissionais. Aqui coloque os lugares que você já trabalhou – se houver algum, afinal estamos falando de primeiro emprego, não é? É indicado colocar uma breve descrição do que você fazia. “Não adianta falar só do setor. O recrutador precisa saber quais eram as atividades que você desempenhava”, recomenda Vania.

Deu certo?

Deu tudo certo e você conseguiu a vaga. O ambiente de trabalho é algo novo, cheio de gente diferente, de várias idades e personalidades. A dica aqui é conhecer e cumprir as regras. Chegue no horário certo e tente conhecer os colegas e a cultura da empresa. Com o tempo, você vai se adaptar e, com esforço e dedicação, construir uma carreira de sucesso. Boa sorte! :)